quinta-feira, setembro 24, 2009

Mais um ano lectivo

O que eu queria no início do ano lectivo? Que os olhos deles brilhassem um pouco mais. Parecem cansados de um mundo que ainda não viveram, mal sorriem. Coloco bastante luz em cada palavra, em cada desafio. Pode ser que alguma coisa se acenda dentro de alguém.
~CC~


Nota: Como tenho uma cadeira sobre Redes Sociais, embora muito mais vocacionada para as redes de solidariedade e coesão social do que para as redes sociais virtuais, perguntei-lhes se já tinham ouvido falar de "redes". Disseram que não, não faziam a menor ideia do que fosse. E eu...e então e o twiter, o facebook, o...??? Sorriram envergonhados...creio que o mundo privado não vem à escola, é território secreto...e muito menos se discute...pois ainda abriram ainda mais os olhos quando lhes disse que devíamos debater abertamente esse modo de relação com os outros.

3 comentários:

Baudolino disse...

vamos fechando o mundo aos nossos mundos. entre a reserva de privacidade e a vitalidade da partilha, sobretudo dos afectos fica todo um oceano. se calhar nem sei o que digo, mas disse. numa das primeiras aulas do semestre disse, a dada altura, que, no essencial, a vida é curta demais para se desperdiçar com tudo o que não valha a pena... pouco profissional, talvez, mas não podia ser mais eu a falar... talvez por ver pouco brilho, por ver tanto olhar vago à espera que o tempo tudo traga.
(peço desculpa pelo longo comentário.apeteceu-me e mais me apeteceria:embalei nos meus pensamentos mais do que na lógica)

CCF disse...

Oh...nada a desculpar, nada mesmo! Parece-me que sabe muito bem o que diz, e nada como embalar nos pensamentos:)
~CC~

Nenúfar cor de rosa meia girafa disse...

Ai esse brilho nos olhos, esse encantamento, esse toque de mágica...o cativar todos os dias, ter esperanças que "se hoje não resultou, amanhã vai resultar melhor, diferente"...compreendo as tuas palavras em PLENO, faço delas as minhas, procuro todos os dias, sem perder as esperanças, que seja "hoje" e "agora" que façam um clique para a aprendizagem, para mundos diferentes...enfim que abram as mentes e deixem entrar um pouquito de luz. Quem sabe? E depois de um dia pior, eles entram na minha-nossa sala, eu sorrio, como o que tivesse acontecido "ontem" já não tivesse importância, porque hoje, temos todos esperança outra vez!! Beijinho.