quinta-feira, outubro 02, 2008

Homens e bichos (XII)

P- Não chores meu amor!
R- Não me chames meu amor
P - A tua namorada não te chamava assim?
R- Não, nunca...isso é um bocadinho piroso.
P - Piroso, o quer dizer piroso?
R- Sei lá eu explicar-te...é uma coisa sentimental de mais.
P - E queres ser o meu amor?
R- Mas como é que isso pode ser se eu sou um homem e tu uma pomba.
P - Tu podes transformar-te, eu não.
R- Queres dizer que me posso tornar numa ave?!
P - Sim, podes. Se quiseres podemos voar por todo este azul, é tao bom...se soubesses como é bom!
R - E como é que eu posso me posso transformar?
P - Por uma dor intensa ou um profundo desejo.
R - Estou cansado da minha vida, profundamente cansado.
P - Anda, transforma-te!
~CC~

5 comentários:

*JjS* disse...

- Sim. Vou.
E voou.

Lindo romance. O amor faz crescer asas.
Beijo
*jj*

Girafa cor de rosa disse...

Lá está ela a voar outra vez :-)! Bom fim de semana, bjs.

Mar Arável disse...

O futuro é o instante que se segue

Nunca somos iguais

Nem com asas azuis.

clorinda disse...

É sempre ao bom ler os seus textos.
Bom domingo
Abraço

S disse...

Gostei muito deste texto.beijinho