quarta-feira, julho 04, 2012

Prémio


Costumava sempre dizer que não tinha estudado no tempo dos prémios, dos quadros de mérito e de progressão, enfim, nunca tinha recebido nada pelos números quase sempre bons que as pautas mostravam no lugar do meu nome. Por alguma razão que está por certo escondida entre as camadas inferiores da pele também nunca tive auto estima muito elevada em área nenhuma. Quando iniciei o meu doutoramento achei durante muito tempo que não o ia terminar, não por falta de trabalho, mas por ser realmente uma área complexa da qual sabia muito pouco.

Misturei umas lagriminhas que correram ao longo dos cinco anos com muitas doses de boa disposição, continuidade do trabalho na escola em dose que não diminuiu muito e dois amores  de natureza difernete mas igualmente trabalhosos, desafiantes. Também tive dois orientadores na tese, absolutamente diferentes e cada qual essencial. E agora ganhei um prémio pela tese de doutoramento! 

Querem saber do que me orgulho mais? Não é da tese propriamente...mas de ter tido uma mãe doméstica, um pai polícia (ambos pobres), de eles se terem divorciado, de eu ser retornada, de ter morado numa casa ocupada e depois num quarto alugado onde viviam quatro pessoas, de ter mudado depois de casa várias vezes, de por vezes não ter um tostão que fosse nem para livros nem para mais coisa nenhuma. O orgulho está no corte com o estigma da pobreza e da desgraça, é isso que vale este prémio, a hipótese de que o mérito pode valer alguma coisa mesmo num país como este.

~CC~



7 comentários:

fallorca disse...

Parabéns :)

Maria de Jesus Lourinho disse...

Olá CC. Adorei este seu post e, desde já, muitos parabéns. Iniciei no meu blogue uma série, ainda só com 2 posts, a que chamei "Bons sem bola", cansada de futebol e muitas desgraças. Quero pedir-lhe autorização para incluir este seu comentário nessa série com o respectivo link para o seu blogue.
Um abraço

Anónimo disse...

Parabéns, campeã!
Beijo-te
*jj*

CCF disse...

Obrigada aos rapazes :)

Maria de Jesus, só posso agradecer-lhe o link para o meu texto. Um abraço.

~CC~

jmm disse...

Muitos Parabéns!

sem-se-ver disse...

parabéns!

:)

Ivone Costa disse...

Muitos parabéns. Pelo prémio e pelo que ele significa para si.