domingo, setembro 13, 2009

Branco

Tenho sonhado muito por causa da trovoada. Ou melhor, ela interrompe-me o sono e por isso acordo várias vezes e lembro-me dos sonhos. A noite passada estava numa sala cheia de alunos recém entrados no Ensino Superior. Quem os recebia era uma colega minha, simpática e afável, igual ao que na realidade é. Eu estava sentada na sala como se fosse uma sombra, era o que desejava ser, ver sem que ninguém me visse. Mas a colega deu por mim e resolveu-me apresentar-me aos alunos. E eu interrompi-a histérica, dizendo que não era professora, mas sim uma aluna, eu era eternamente e sempre uma aluna. Os miúdos abafavam o riso.

Tenho que acabar rapidamente esta tese.
~CC~

4 comentários:

CristinaGS disse...

Peter Pan?!

Mar Arável disse...

Até com os relâmpagos

se aprende a ser aluno

CCF disse...

Cristina, acho que não! Na verdade adorei crescer e tornar-me adulta, acho que é mais o sinal dos muitos, muitos anos passados na escola, de uma forma ou de outra, tem sido uma vida lá dentro.

Mar Arável, com tudo se aprende de facto!

~CC~

Nenúfar Cor-de-Rosa disse...

hehehe..dá cabo dessa tese!! :-). Bjs.