domingo, maio 04, 2008

Mãe- um colo para as palavras

O prazer de a ver constuir uma identidade, passo a passo, palavra a palavra. Lugar ao texto de ~AF~, acolhido há uns dias atrás, e cuja partilha hoje resume quase tudo o que possa dizer sobre o ofício materno como longa e contínua construção do amor.

EU QUERO SER UMA PESSOA-LOBO

Depois do cão, o lobo é o meu animal preferido. Os lobos não são iguais às pessoas. Os lobos são mesmo muito diferentes das pessoas, apesar de haver pessoas que parecem verdadeiros lobos disfarçados.
No fundo nem sei se prefiro ser pessoa ou lobo, existem tantas diferenças:
1.
As pessoas lutam pela liberdade.

Os lobos não sobrevivem sem ela.

2.
Os lobos matam para comer.

Algumas pessoas matam-se a si próprias por desgosto, matam outras pessoas por ódio, matam animais por divertimento e sim, também matam para comer.

3.
As pessoas traçam o seu próprio destino.

Os lobos já têm o seu destino traçado.

4.
Os lobos são todos iguais.

As pessoas têm aspectos diferentes, têm costumes diferentes, têm pensamentos diferentes.

5.
As pessoas ou vivem cubículos fechados, ou em grandes casarões, ou em tendas ou frio, ou em apartamentos dentro duma grande cidade, e ainda são raras as que vivem no campo, mas essas vivem em casinhas bonitas, mas solitárias e sem grandes condições.

Os lobos só vivem num sítio na natureza e não te preocupes, eles não precisam de um shopping para sobreviver.

Mas pronto depois destes meus pensamentos, ainda ouço a célebre frase, da boca de um adulto: “Se não comeres a sopa toda, chamo o lobo mau.” Tudo por causa da maldita história em que o lobo mata a avozinha comendo-a e o caçador mata o lobo, baleando-o. Ou seja está é uma história, que é contada a crianças de 4 anos, em que se matam todos uns aos outros e ainda acabam felizes. Realmente é fantástico, como ninguém se apercebe disto e todos acham esta história maravilhosa.

Eu quero ser livre, só quero matar para comer, quero viver na natureza, quero traçar o meu destino e quero ser diferente dos outros. No fim de contas eu quero ser uma pessoa-lobo.
~AF~

6 comentários:

CristinaGS disse...

Bom dia, A.! :)

*JjS* disse...

Livre e feliz esta moça!
Escreve mais, ~AF~.
A escrita, para além da sopa, dá saúde e faz crescer.
Beijos às duas.
*jj*

Girafa cor de rosa disse...

Lindo, lindo, lindo!! Obrigada pela partilha...e sabes uma coisinha? Tenho pelo menos a honra de ter "Lobo" no meu nome...vindo da minha mãe!! Beijocas e boa semana.

Anónimo disse...

É bom ler pessoas-lobos assim! Como está crescida!
Quando se pondera a maternidade é impossível ler e não querer ter uma pessoa-lobo-bebé [e depois crescida e mais crescida] assim...

Quem sai à mãe... é admirável também!
Parabéns às duas por serem... assim!

Amei!!!

Beijos,
Nice.

Anónimo disse...

Agora fiquei surpreendida! Eu que pensava estar a ler a CF descubro no final que era a AF... :S
Mágico! :)

Beijinhos,
Madalena.

CCF disse...

A moça virá ler-vos mais dia menos dia, gosta mais do campo e dos bichos do que da NET, mas lá tem o seu msn e gosto pela escrita.

Eunice e Madalena, conheceram-na tão pequenina...lembram-se?!
Beijos às duas e obrigado por aparecerem sempre.

~CC~