terça-feira, abril 08, 2008

Insignificâncias

No final desta tarde ele podia chegar. A chave rodaria na fechadura, ele entraria com o cabelo molhado da chuva e o seu sorriso de menino. No final desta, de uma outra tarde, de todas as tardes. Ele viria a passos largos pelo corredor na direcção do meu abraço, viria beber dos meus lábios a minha infinita tristeza. Depois a absorver toda, diria: o teu sorriso, dá-me o teu sorriso. E no meu sorriso eu faria passar os raios de sol entre a chuva.
~CC~

3 comentários:

Anónimo disse...

Eis a palavra: Saudade.
Como é bonita :)

Madalena

Girafa cor de rosa disse...

Ai que bonito! Vim para agradecer as palvras deixadas no meu cantinho e eis que me deparo com estas insignificâncias cheias de SGNIFICADO!! Já adicionei este blogue ao meu, espero que não se importe. Beijos e muitos raios de sol no meio de tanta chuva :))

CCF disse...

Sim Madalena, saudades tenho eu de ter alunos como vocês foram!

Claro que não me importo, também gostei das suas cores alegres :)

Abraços azuis
~CC~