sexta-feira, novembro 30, 2007

Os sabores do amor

Alguns homens andam uma vida para aprender a dizer amo-te. Não que a palavra em si seja importante. Contudo, a luz que bate nos os olhos quando o dizem, o tom de voz que acompanha a expressão, a cadência de cada sílaba, o modo como o corpo se posiciona no espaço, o lugar onde pousam as mãos...isso faz toda a diferença.

Resumindo: que a palavra saiba a manga é essencial. Manga original, as mais maravilhosas são as da Província do Cabo. Todos os meus dias deviam começar a ouvir dizer amo-te e isso ter o sabor das mangas pequeninas-rosa-doces de Cabo Delgado (Moçambique). Em qualquer lugar do mundo, esse seria o meu sabor.

~CC~
Nota: Infelizmente os meus colegas (uma missão quase integravelmente masculina) deixaram um saco cheio de mangas do Cabo no aeroporto em Maputo e não trouxe nenhuma comigo, nem sequer para a CGS que as queria tanto. Agora tenho esperança que quem as encontrou, saiba que o objectivo era que aprendesse a dizer amo-te com o sabor daquelas mangas.

6 comentários:

JS disse...

Sim, deve ser esse o sabor que fica nos lábios... E eu a pensar que era dos beijos...
Acho que temos que estudar melhor o assunto. Uns seminários, worshops e assim...
:)
Beijo
*jj*

CristinaGS disse...

Fica para a próxima. Isso demonstra bem as nossas últimas conversas sobre Xs e Ys e incompletudes e buscas e encontros e desencontros :)

CristinaGS disse...

ah, esqueci-me, alguns nunca aprendem, pelo menos em vida que se veja...

marta disse...

nunca me tinha lembrado de associar a manga ao sabor do amor.

Amo-te, é preciso senti-lo bem dentro, bem no fundo, para o saber dizer.

Anónimo disse...

Às vezes é mesmo difícil de dizer, como se a boca estivesse com aqueles fios de manga que se entrelaçam nos dentes.
Mas tão doce quando se ouve com a sensação de saborear uma manga madura, com a liquído a escorrer pelo queixo!
Sim...é mesmo capaz de ter o sabor de manga madura em terra quente.
carla

CCF disse...

Marta e Carla, vir de dentro e saber a manga, parece-me bem. Cgs, se não aprenderem mau para eles e para as elas que viverem perto deles. JS, "e assim" é a melhor ideia :)
beijos
~CC~