quinta-feira, novembro 01, 2007

A dúvida

Vejo-o na sua solidão nocturna, agora que as noites chegam cada vez mais cedo. Vejo que me quer nessas noites e que eu não posso ir. E penso muitas vezes que quando eu puder ir, ele já não quererá. E que se ele continuar a querer, eu não sei se quererei ainda. É melhor ir hoje, parece-me que ambos queremos.
~CC~

6 comentários:

JvT disse...

Vai... a vida é feita de hojes...

Madalena disse...

Gosto tanto de si...

CCF disse...

João, percebo o que dizes, mas olha que a palavra "amanhã" é bem bonita :)

Madalena, retribuo o gostar.
~CC~

JPN disse...

querer é poder. ou, agir três vezes antes de pensar uma. vai...

...e volta, gostamos de ti aqui, neste vaivém.

:)

CCF disse...

JPN...não sei se é como dizes, mas quero voltar, lá isso quero! :)

Lívia disse...

Atormrntou-me a mesma dúvida muitas vezes, mas eu não fui e não por uma questão de moral, mas de resistência e medo. Muitas vezes sonho que estou lá e a angústia acompanha-me o resto do dia. Espero que ao contrário de mim, voçê tenha ido.