domingo, novembro 04, 2012

Ouvir


É verdade que o rosto parece esconder a vontade de não envelhecer, deixando que lhe tirem as rugas. Mas essa limpeza correponde ao modo como dentro dela a vida ferve e se ilumina, como o riso a invade, como brinca consigo própria. Ela diz que tem sempre 13/14 anos e é verdade que é uma menina que vemos em palco. Só quando ela se emociona envelhece séculos porque só aos mais velhos as memórias comovem assim.
 
Aos noventa aguenta quase duas horas de palco e a voz é ainda bela. Como concerto, soube a pouco, como lição de vida, foi uma vida inteira.
 
Quero tanto manter-me viva assim com o sangue a brilhar.
 
~CC~

1 comentário:

Carlos Azevedo disse...

Este post tinha-me passado. Adoro esta senhora. Tenho um disco de canções da Piaf interpretadas por ela -- uma maravilha!