domingo, setembro 26, 2010

Para uma flor


De todas as horas, as mais felizes, as mais infelizes, aquelas em que nos rimos, aquelas em que chorámos. De todos os minutos, aqueles em que nos levantámos, aqueles em que tombámos. De todos os segundos, aqueles que foram secos e em terra, aqueles que foram molhados e salgados.


É assim a amizade que sinto por ti, ela é feita de tudo o que construimos passo a passo, ela é sobretudo esse agarrar o outro quando ele tropeça. É saber que estás ali do lado do telefone, do sms, do mail. É saber que há um capuccino do Magnólia sempre à nossa espera e por trás do seu fumo uns olhos transparentes onde me posso e te posso olhar.

Estou aqui, estarei aqui.
Gosto muito de ti.

Parabéns flor.

~CC~

1 comentário:

Margarida disse...

...uiuiuiui! ... :-) ... comovente!

... Estranha esta sensação de estar longe, de perceber quanto gostam de mim e quanto és importante para mim, quanto tantos outros e tantas outras são tão importantes para mim e fazem de mim parte!

... quando um oceano nos separa!!

:-)

Abrs e Bjs, mil