terça-feira, novembro 17, 2009

Receita

Faça assim para não se arruinar por dentro quando o mundo, os outros, e até você se conjugam em terríveis cinzentos.

Coza em lume brando uma lembrança boa, por exemplo, um momento em que fez alguém feliz, realmente feliz. Não se demore no tempo que essa felicidade durou, concentre a sua memória na luz. Guarde esse sol, esse calor e coma-o demoradamente, saboreie.

Eu faço isso contigo, com uma parte da minha memória de ti. Não penso no mal que a tua pele fez à minha, penso só no bem que a minha fez à tua.
~CC~

5 comentários:

Margarida disse...

Tocas mesmo no ponto! ... as always! ... ;-)
Bjs

via disse...

ai não sei, hoje não me lembro mas parece-me belo.

Nenúfar Cor-de-Rosa disse...

UAUUUU! Fiquei mesmo sem palavras, mas três são obrigatórias: obrigada pela partilha:-)!

CCF disse...

Margarida, Via, Nenúfar...
Às vezes preciso:)
Abraços 3
~CC~

sem-se-ver disse...

muito bonito :))