quinta-feira, dezembro 18, 2008

A chegada dos rapazes

Começa hoje a chegada da família para o Natal. O primeiro rapaz chega do Japão onde encontrou o seu primeiro emprego. O segundo rapaz chega do Brasil onde vive desde a adolescência e onde já nasceram os filhos e o primeiro neto. O terceiro já cá está mas é como se chegasse pela primeira vez este Natal porque no outro pesava menos que um quilinho de acúçar e tentava sobreviver no serviço de neonatologia do Garcia da Orta.

As meninas, filhas das três manas, trocaram as voltas aos Natais com os pais e ficaram com as mães porque este ano os rapazes chegam de longe e temos connosco o rapaz pequenino. Há uma força sempre a juntar-nos e é nela que reside a alegria que tem cada Natal. O resto é infinitamente pouco importante, não obstante adorar filhoses.
~CC~

6 comentários:

Anónimo disse...

Beijo do rapaz que chega sempre como se fosse natal.

J. disse...

Um beijo e bom Natal para ti e para os rapazes...

João

O Puma disse...

Eles não sabem

mas sonham

Mar Arável disse...

Acoisa não é fácil

mas compreende-se

clorinda disse...

A essência do Natal é podermos estar com os que mais amá-mos...
E como o Mundo seria por um dia mais feliz, se isso pudesse ser verdade para toda a humanidade!
A Si e à sua família um convívio de harmonia que se prolongue longe na memória.
Felizes Festas.

CCF disse...

Abraços cinco, com e sem Natal.
~CC~