segunda-feira, janeiro 21, 2008

Estou convosco!

Fiquei aqui enquanto ia contigo nessa viagem às ilhas mais negras do Atlântico. Estou agora aí nesses passos pequenos para uma felicidade grande, para um encontro de onde sairás pai e ela filha. Está ganha a primeira batalha do processo de adopção internacional da menina de R. Cada vitória individual é também uma vitória colectiva, cada batalha ganha é também um mundo melhor a acontecer.


Não vejo a hora de ver esse sorriso tão bonito que por ora me chega em fotografias. Usa as trancinhas tradicionais, as que terás que aprender a fazer bem, a colocar essas continhas de cor no final de cada uma. Não vejo a hora do primeiro abraço, o primeiro dos muitos que terei que dar para que se torne minha sobrinha.


~AF~ separou cuidadosamente os brinquedos e os livros para levar, um modo que também temos de preparar os nossos corações, de os abrir para este encontro. E de quando em quando, sobretudo nestes invernos frios, espero conseguir tirar de mim os ventos quentes de África para que ela possa sentir o quanto dentro de nós podemos combinar diferentes casas.
~CC~

2 comentários:

JS disse...

Podemos cantar-lhe assim com a Lura:

Bô é coisa mais linda
Que já m`oiá na céu de Cabo Verde
Padoce de céu azul
Que núvem ninhum consegui escondê

Crêtcheu, crêtcheu...

Vou ver se arranjo uma canção de embalar.

Um abraço para eles.

*jj*

Anónimo disse...

Parabéns à tia, já... gosto de a ler!