sexta-feira, novembro 09, 2012

Sentir



Estou em crer que há coisas sobre as quais devemos ter pudor em falar, guardar sobre isso o silêncio de quem não sente, nunca sentiu. É o caso da fome, por exemplo. Quem nunca a sentiu não pode falar disso como quem a sentiu, então deve respeitar sagradamente esse sofrimento, só usando a voz para reclamar da sua existência neste mundo.

~CC~

PS. Claro, a propósito de gente que fala, fala...e diz muitas asneiras.

1 comentário:

Carlos Azevedo disse...

Subscrevo integralmente.